FREGUESIA DE Moledo

A História

 

 

        A Freguesia do Moledo situa-se no coração do Planalto das Cezaredas - Paisagem Notável - desenvolvendo-se sobre uma plataforma calcária na qual ocorrem afloramentos desta rocha. Este Planalto está integrado num território calcário com cerca de 140 millhões de anos, constituído como que um prolongamento do sistema de "Aire / Montejunto".
       Constituída pela aldeia de Moledo e uma pequena porção da aldeia de Cesaredas, constitui parte de um sistema ecológico e cultural complexo, caracterizado por processos de transformação e desenvolvimento de Paisagem, decorrentes da influência Atlântica e reunindo espécies raras e endémicas, de que resultam condições ecológicas singulares.
       Trata-se de uma Freguesia de natureza bastante rural e que, apesar de novas infra-estruturas, ainda sente a força do isolamento.

       O povoamento desta região remonta a épocas pré-históricas, nomeadamente do neolítico.

       A denominação de Cesareda terá derivado de César, Imperador Romano, que aqui teria acampado. Desta época, foram encontrados, na povoação, dois pesos de teares em cerâmica.

       O nome da Freguesia está relacionado com a topografia do terreno em que se integra. A palavra significa pedra grande, pedra desconforme, pedragulho, o que corresponde às características do solo onde a aldeia está implatada.

       Segundo alguns historiadores, entre eles, Montalvão Machado, teria existido em Moledo um paço do Moledo, no qual teria vivido D. Inês de Castro, que ali se encontraria diversas vezes com D. Pedro, aquando das estadas deste último no paço da Serra d'El Rei. Este pequeno paço, teria sido anteriormente um entreposto fenício então reconstruído.
       Este facto histórico, apesar de não estar inteiramente confirmado, permitiu àquela habitação em Moledo ser imortalizada, apesar de hoje nada existir dela. Uma peça importante do património edificado de Moledo que se perdeu. Deixado no vazio no séc. XVI, o paço do Moledo começou a partir daí a ser destruído. Os habitantes começaram a levar as pedras e a aproveitá-las para outras construções, e daí à total demolição foi um pequeno paço. Em finais do séc. XIX, já nada existia.
       À população de Moledo foram concedidos vários privilégios, os quais constam de duas cartas de privilégios, sendo que a primeira foi conferida por D. Fernando, filho de D. Pedro. Em 1378, a 12 de Outubro, o monarca publicava uma carta de privilégios, que se constitui num dos primeiros documentos relativos à história da Freguesia.



 

Eleitores

Eleitores - 393 (Legislativas 2011)

 

Características FisiogrÁficas

O subsolo é formado por terrenos férteis e produtivos.

 

Actividades EconÓmicas

As principais actividades económicas desta Freguesia são a Agricultura e a Construção Civil.

 

Vias de ComunicaÇÃo

BREVEMENTE...


SituaÇÃo GeogrÁfica

Ainda que fazendo parte do Concelho da Lourinhã, a sua localização geográfica é claramente periférica, situando-se no extremo norte do referido concelho, confinado a norte com a Freguesia de Serra d'El Rei, concelho de Peniche e a noroeste com a Freguesia de Olho Marinho, concelho de Óbidos.

PopulaÇÃo

População Residente - 472 (CENSOS 2011)

 

Topo